Armázem da Morena » Doenças » Como evitar espinhas

Como evitar espinhas

O surgimento das terríveis espinhas na pele podem ser evitadas. Veja no artigo algumas dicas importantes.

As espinhas são uma das principais preocupações relacionadas a pele que uma pessoa pode vir a apresentar. Embora a inflamação do folículo pilossebáceo, que causa a espinha seja muito inconveniente, é justamente através deste folículo que a secreção chamada de sebo percorre as glândulas sebáceas até a pele, realizando a função de manter a hidratação natural da pele.

Quando não há o controle suficiente da flora bacteriana, o que deveria manter o equilíbrio da pele, acaba nutrindo as bactérias, que por sua vez provocam as terríveis erupções. Diante isso existem vários fatores que contribuem para que isso aconteça, o aumento da queratina produzida pelas células, predisposição genética, entre outros. Cerca de 80% dos jovens sofrem com as espinhas, pois essa é a fase com a maior incidência, geralmente desaparecem na idade adulta.

limpando o rosto

A limpeza da pele é a principal atitude preventiva contra o aparecimento de acnes.

As alterações de produção dos hormônios ligados a sexualidade são grandes implicadores da acne, por isso aparece mais na puberdade. Entretanto, existem métodos de combater esse males, adquirindo alguns hábitos preventivos. Mesmo sem haver qualquer embasamento científico definitivo sobre a correlação entre a alimentação e o surgimento das espinhas, não consumir alguns alimentos pode evitar as lesões.

Os alimentos gordurosos como as frituras, nozes, castanhas, chocolate, podem provocar e aumentar as crises de acne. O tipo de pele possuinte deve ser cuidado de acordo com suas propriedades, a oleosa, por exemplo, não podem ter aplicação de produtos cosméticos que contenham óleo, deve-se optar pelos oil free.

Fazer a limpeza da pele é fundamental, especialmente à noite, antes de dormir. Essa prática ajuda a deixar os poros limpos e com fácil respiração. Os produtos para a cútis devem ser específicos, do contrário podem surtir o efeito contrário, seja hidratantes filtros solares e etc. O ideal é consultar com o dermatologista que indicará a melhor opção.

Nos casos mais leves de acne é feita a aplicação local de medicamentos com o objetivo de desobstruir os folículos e controlar a oleosidade da pele, além de combater a proliferação de bactérias. Já os antibióticos indicados tomados via oral ou tópico, são para aquelas lesões que apresentam maior aspecto inflamatório.

Textos relacionados:

Congestionamento nasal
Quantos graus é febre
Erisipela tratamento

Quer comentar ?